quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Tem gente que tem preconceito com cores...




Acalmem-se todos, pois não vou começar nenhum embate sócio-cultural. Só usei esta frase para ilustrar que o marido tem preconceito com verde. Tentei mostrar para ele que é por causa do verde de todo dia que ainda estamos de pé, mas não adiantou muito. Tivemos uma conversa acalorada e saudável outro dia, por ser verde o Caldo Verde. E ele apenas conseguiu segurar a taquicardia quando viu os ingredientes que entraram na panela na hora do bem e mal falado caldo.

Depois que casamos, eu na minha tentativa (até o momento) mal-sucedida de perder peso, e na cansativa jornada pró-verde, resolvi programar a flexível regra, de ter um verdinho, entende-se legume e verdura, em todas as refeições.

No seu rol vasto de verde, ele tinha a alface e nada mais.

Mostrei para ele a princípio que além da segura alface, podemos ter uma rúcula bem fresquinha e tremendamente perfumada na salada. Apresentei também uma couve cortada bem fininha dividindo o espaço lateral do prato com a farofa. A mesma couve, depois de super aprovada foi o elemento de confiança e finalmente paz para o famoso Caldo Verde que ficou muito saboroso no final da prosa. Porém ainda há controvérsias em relação ao chuchu, coitado, porque ele não se defende sozinho, preciso sempre colocá-lo disfarçado no meio de um souflè.

Outra vitória conquistada foi o espinafre. O danado é versátil! Esse daí é o campeão de aparições. Essa semana eu fiz uma receita que foi muito bem aceita e digna de repetição. A receita é a seguinte:

Tagliatelli verde com molho de espinafre, queijos e carne

Primeira parte

400g de filet mignon cortado em cubinhos
Sal a gosto
1 dente de alho
1 C. de sopa de azeite
½ cebola
Pimenta do reino moída na hora
3 C. de sopa de vinho tinto
1 molho generoso de espinafre

Frite a cebola no azeite, acrescente o alho quando a cebola já estiver dourada; Assim que o refogado estiver todo uniforme, adicionar os cubos de carne e o sal e a pimenta do reino. Quando a carne começar a ficar com a aparência cozida, despejar o vinho e esperar a carne cozinhar totalmente. Nada mais que 15 minutos em fogo médio.

Enquanto a carne fica pronta, separe as folhas de espinafre, lave as bem uma por uma e coloque de molho no vinagre ou naquelas pílulas para certificar-se de que ela está limpa e corte em pedaço de mais ou menos 1cm de largura.

Misture junto à carne e aquele molho que ela fica durante o cozimento e refogue o espinafre ali até reduzir de tamanho.

Segunda Parte

1 copo de requeijão (+ou- 200ml)
1 caixinha de creme de leite
Cubos de queijo da sua preferência (minas padrão, prato, gorgonzola, bola, provolone, ou aquele que está te olhando na geladeira)
Tagliatelli verde, ou qualquer outra massa verde

Prepare a massa de acordo com a instrução do fabricante. Coloque na misturinha de espinafre e carne os cubos de queijo para derreter, e o requeijão. Tenha tudo bem misturado e por último coloque o creme de leite quando estiver prestes a apagar o fogo. O molho está pronto. Sirva com muito parmesão ralado na hora.

E mais um round é vencido... O próximo será fazer uma refeição sem carne.

Um comentário:

Tania disse...

Tentei a vida toda (pelo menos nos anos em que ele esteve aqui em casa)e não consegui esta proesa .Realmemte é uma grande vitória.
Adorei a receita verde. Pelo menos a gente sai do macarrão básico.
Estou esperando o final de semana prometido.
Bj
Sogra