quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Posso pegar seu pedido ???

Eu gosto muito de sair para comer. Gosto muito de cozinhar mas tem dias que sofro do mesmo bloqueio que todo mundo: não poder engolir a comida feita por si (não conheço ninguém que prove o contrário em relação a esta teoria). Tem dia que até vou cozinhar mas simplesmente perco a vontade de comer aquele prato mirabolante que fiz.
O ponto deste post é: Todo mundo deve ter um restaurante favorito. Outback não vale! O meu aqui no Rio é o Gula Gula. Gosto da maneira descontraída do cardápio, e da escolha deste. Sim este seria o primeiro motivo, porque tirando os pratos com cogumelos já provei quase todos e os amo. O segundo motivo é porque ele teve a coragem de colocar o picadinho como carro chefe! O Gula Gula é o restaurante que menciono no post do picadinho. E por falar nisso, bobagem a minha, mas fiquei super hipercontente ao ver as receitas do Celidônio neste domingo n'O Globo. Ele falando do picadinho,até me senti parafraseada quando ele falou da popularidade do prato. hihihi!
Fiquem à vontade para falar qual o seu restaurante favorito aqui. Quem sabe não vale uma visita?
O meu amor pelo Gula é tanto que um dia pensei, poderia ter um livro sobre as receitas de lá, assim descobriria a receita daquele danado Vinagrete! E quando comecei a procurar na internet, adivinha o que aconteceu: Desejo materializado e a autora era minha xará! Coincidências à parte, tinha, com certeza, uma Luciana mais desesperada que eu! Não veio a danada da receita do Vinagrete, mas descobri como é bonitinha a história do restaurante bem sucedido, e como não só o cardápio mas também as mais famosas receitas também são simples. Prova disso a seguir. Livro a venda na internet ou em qualquer um dos Gulas. 

Torta de três queijos (quase nada alterado):

Massa: (esta serve inclusive para a torta de limão):

140g de manteiga (usei aquelas barrinhas culinárias que já vem com medida)
1 ovo
220g de farinha ( um pouco menos que 1 xícara = 240g)
1/4 c. de chá de fermento

Como agente faz lá em casa:

Misturar tudo, fazer uma massa uniforme e forre uma fôrma de aproximadamente 30cm. Reserve na geladeira enquanto prepara o creme.

Creme básico para todas as tortas salgadas:

125g de ricota
125g de queijo minas
50g de parmesão
6 ovos
600 ml de creme de leite (3 caixinhas)
1 pitada de noz moscada
1/4 c. de chá de sal
1 pitada de pimenta

Bater tudo no liquidificador.

Recheio:

150g de gorgonzola ralado
200g de queijo minas ralado ou amassado no garfo
200g de queijo prato ralado 

Pré-aqueça o forno em 180º. Espalhe os queijos na forma e depois cubra com o creme batido.

Cubra com o papel laminado e asse por 30 minutos. Enjoy it! 
Achei a foto aqui embaixo indispensável... Alguém sabe aonde está a Phoebe-fofoqueira-Wally?



Prometo que pelo atraso no post vou colocar outra receita ainda esta semana...

2 comentários:

Carol disse...

Tenho que concordar com você prima..

o "Gula Gula" é muito bom!

(não sei se é o tal do vinagrete que voce falou)
mas o molho que tem na salada de picanha...é maravilhoso!!!

Um outro restaurante que eu gosto bastante também é o "Dois em Cena"..
tem um escondidinho de carne seca, muito bom...frando com queijo brie e geleia de damasco..uiui

ai..vo parar...

beijos

Arthurius disse...

Bom, como sou de Nikity tenho que valorizar minha terra!! Recomendo um restaurante antigo (não é pra quem gosta de lugares bonitos e sim pra quem gosta de boa comida) Chama-se Gruta de Capri, bom dizer que ganhou melhor pizzaria de Niterói nos últimos anos (Guia 4 Rodas e O Globo)...
Além da Pizza portuguesa de lá tem um Filé a Parmegiana que eu duvido alguém achar defeito!!!
Alma de gordinho é isso ai.....